Mais uma da série: redução de danos. A boa da vez é aquele famoso beck de pontas que sabemos que várias pessoas tem o costume de cometer essa atrocidade haha. 

Não é novidade para ninguém que algumas pessoas têm aquela mania de guardar a pontinha do base para fumar no próximo ritual ou guardar para aqueles dias de seca, porém esse hábito não é muito bom e nós vamos te explicar o porquê. 

Mas pera! Cemitério de pontas?

Para aqueles que não entendem do que estamos falando, o cemitério de pontas é a junção de várias pontas de beck guardadas em algum recipiente, para depois juntar todos os restos e fazer um único baseado. Muitas pessoas acreditam que aquela “melequinha” presente na ponta é um concentrado da erva, mas a real é que isso é um mito!

A verdade é que esse restinho não tem mais tanto canabinóide presente nele e essa melequinha está longe de ser algum tipo de melado da erva. Sendo sincero, ele tem uma alta concentração de toxinas que se formam no processo de combustão.

Traduzindo: você está fumando a PIOR parte do beck!!!

Ah, e não se engane achando que misturando com tabaco fica “mais de boa”, viu?! O tabaco contém nicotina e monóxido de carbono em sua composição, quando aquecidas sofrem processo de combustão gerando aquelas toxinas que já sabemos que não é nada legal para nós. 

Dando o papo, tudo que sobra daquele finalzinho do beck possui toxinas na verdinha e no tabaco! Então se liga e NÃO guardem o final do base.

O que são essas toxinas mesmo, Papelito?

Ah papeliter, as toxinas são substâncias que se formam através da combustão e impactam diretamente a função pulmonar. Elas podem gerar inflamações das vias aéreas, doenças pulmonares, tosse crônica, entre outras coisas que não são legais para nós.

Para você nem correr o risco de passar perto dessas toxinas, nós sugerimos o uso de piteiras que são perfeitas para redução de danos.

Estamos dando essas dicas, porque sabemos que o cuidado é a melhor opção para ter uma sessão de qualidade e muito mais segura. Fica ligado(a), e não vacila com esse cemitério de pontas aí.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *